quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

A nova geração de mulheres ;)

Hoje li um post num blog ao qual adorei...

Quantas somos nós as mulheres que tantas vezes ouvimos das nossas avós, tias, vizinhas, etc... "Quando é que casas?" "Vais ficar encalhada!" "Vais ficar para tia!" e tantas outras afirmações menos boas, que no fundo nos deixam tristes por não entenderem que não queremos ser apenas mais uma que chega aos 20 e casa, tem filhos, lava roupa suja, faz o jantar ao marido, e mata-se a trabalhar para sustentar uma família, sem conseguir pensar em si própria e cuidar de si...
 Sim, eu sou uma dessas mulheres...
Aos 17 anos, decidi ir morar para uma cidade em que não conhecia ninguém, não conhecia a cidade, não tinha carta de condução e estava habituada a ser a filha única, ao qual não sabia sequer o que era enfrentar a vida sozinha.
Se foi dificil?? CLARO que foi e muito, senti muitas vezes medo, insegurança, solidão, e tristeza... mas no fundo não conseguia desistir do curso que tinha escolhido e da vida que estava a construir nessa cidade, que era o que eu queria desde pequena.
Agora quase 10 anos depois, habituada a viver sozinha, sem rotinas e horários, independente, habituada a gerir o tempo à minha maneira, o dinheiro como eu acho mais útil, arranjar um homem qualquer para chatear-me, pedir satisfações, pedir todos os dias jantar pronto as 20h, lavar roupa suja espalhada pelo chão do quarto, cuidar de filhos e deixar de poder ser independente... FORA DE QUESTÃO.

Sou abordada imensas vezes, com a seguinte frase: "Uma mulher tão bonita solteira, como é possível??", a minha resposta costuma ser o silêncio de um sorriso... que vou eu dizer??
"Ah e tal, ser bonita ou feia não é a questão!" ou "Não quero um homem para me chatear!"... Com a sociedade ainda tão focada que toda a mulher deve casar e ter filhos, só iria ser gozada e criticada ou até passar por maluca! :)

Mas este post que li, num blog só vem ao encontro do que eu e tantas outras mulheres como eu acreditam, baseada na personalidade, na educação, nas vivências, e no rumo que as nossas vidas tomaram por vezes sem nós darmos conta disso, ou simplesmente porque é isso mesmo que queremos para nós...

Se pensamos ficar para sempre sozinhas??? CLARO que não... Mas também não nos vamos entregar ao primeiro que aparecer com um sorriso no primeiro dia, uma palavra mal dita no segundo e um empurrão no terceiro!

Acima de tudo, e por mais difícil que seja a vida de uma solteira, temos que nos valorizar, olhar ao espelho e amar o que vemos, ver o que podemos melhorar, arranjarmo-nos para nós próprias, para a nossa auto-estima, porque nós merecemos. E quando cuidamos de nós, sentimo-nos especiais, mais seguras e confiantes, e brilhamos mai,s no que somos, no que fazemos e onde vamos. E são estes altos e baixos da vida que nos tornam grandes mulheres, mulheres guerreiras, lutadoras e seguras.

Parabéns à menina que escreveu o post que li, deixo-vos aqui o link para que também possam ver..

Beijinho grande,
e lembrem-se, cuidem sempre de vocês SEMPRE acima de tudo e todos. ;) <3

http://suspirosedesatinos.wordpress.com/2014/08/13/a-incrivel-geracao-de-mulheres-que-foi-criada-para-ser-tudo-o-que-um-homem-nao-quer/